Imagine Belieber: U Smile - Capítulo 29

N: Obrigada meu amor! - eu o selei e o abracei.
J: Dormiu bem?
N: Sim. - eu sorri.
J: Então, tome seu café da manhã e se arrume, estou te esperando lá em baixo.
N: Para...?
J: Surpresa. - ele sussurrou em meu ouvido.
Justin me beijou e saiu do meu quarto com um sorriso enorme em seu rosto. Tomei meu café calmamente e fui tomar um banho, me vesti logo em seguida.
Saí do meu quarto e assim que cheguei na sala, vi Justin e minha mãe segurando e mini bolo e uma pequena vela em cima do mesmo.
N: Meu Deus! - eu sorri maravilhada.
M: Feliz aniversário, querida! - minha mãe sorriu e beijou minha testa.
Eu assoprei a vela e abracei os dois, eu estava tão feliz.
N: Obrigada, vocês são demais! - todos rimos.
Eu peguei o chantilly do bolo e sujei o nariz do Justin e da minha mãe, os dois retribuíram sujando o meu também. Nós rimos e nos limpamos.
J: Você vem comigo! - Justin me beijou e puxou para fora de casa.
N: Aonde vamos?
J: Você vai ver!
Nós entramos no carro e Justin ligou o rádio no volume máximo, do jeito que eu gosto. E como sempre, começamos a cantar alto que nem dois idiotas. Justin parou o carro em frente ao parque e caminhamos pelo mesmo de mãos dadas.
N: Eu adoro esse lugar!
J: Eu sei. - ele sorriu.
Nós ficamos andando e fazendo brincadeiras um com o outro.
J: Você quer alguma coisa?
N: Um algodão doce!
J: Ok, eu já venho. - ele me selou.
Justin foi comprar o algodão doce e em menos de cinco minutos, ele estava de volta com o mesmo em sua mão esquerda e um balão na sua mão direita. Ele me entregou os dois e sorriu.
N: Você está me mimando demais! - eu ri.
J: Não tem problema. 
Ficamos quase a tarde inteira no parque e Justin pediu para voltarmos para a casa.
J: Daqui a pouco vamos sair para jantar.
N: Tudo bem, vou me arrumar!
J: Eu vou para casa e depois volto para te buscar, tudo bem?
N: Aham.
 Eu o beijei o fui direto para o meu quarto. Revirei meu guarda roupa inteiro tentando achar algum vestido bonito e sexy ao mesmo tempo. Optei por um azul marinho colado no corpo bem sensual e lindo! 
Fui para o banheiro e tomei um banho bem demorado e relaxante. Coloquei meu vestido, fiz uma trança 'escama de peixe' e coloquei um scarpin preto. Fiz uma maquiagem de leve e fiquei no meu quarto esperando o Justin chegar. Não demorou muito e eu ouvi a voz da minha mãe gritando o meu nome e eu desci as escadas. Lá estava o meu amor, vestido com jeans, um vans preto, uma camisa cor de salmão e aquele colar que eu amo. Sim, ele estava maravilhoso.
J: N-Nossa! - Justin gaguejou e me olhou dos pés à cabeça - Você está linda.
N: Obrigada! - eu sorri.
Nos despedimos de minha mãe e entramos no carro, rumo ao restaurante. Assim que entramos, percebi muitos olhares voltados para nós. Ouvi muito assobios quando passei e também reparei em uma mesa que haviam quatro meninas que olhavam fixamente para Justin e cochichavam no ouvido umas das outras. Uma delas inclusive deu um sorriso malicioso para ele, não sei se ele notou, mas eu sim e morri de ciúmes por causa disso. 
Nos sentamos à mesa e fizemos nossos pedidos. Justin me elogiava o tempo inteiro e eu estava toda boba e toda feliz! Ficamos durante um bom tempo no restaurante até que Justin recebeu uma ligação.
J: Aham... Aham... Ok... Tchau.
Justin desligou o celular e sorriu para mim, senti que ele estava escondendo alguma coisa.
N: Quem era?
J: Ah... Era o Chaz!
N: Tem certeza?
J: Aham.
Ignorei e entramos no carro. Chegamos em minha casa e abri a porta da mesma que estava completamente escura. Eu estranhei e liguei a luz. Ouvi um coro de "Surpresa!" e sorri da ponta de uma orelha a outra. Todos estavam lá, minha mãe, Pattie, Chaz, Phillipe, Bella, Jazzy e Emma. Espera aí, Emma?
Tinha uma mesa enorme no centro da sala com um bolo e uma vela de "17" no meio. Também tinha uma faixa pendurada na parede onde havia escrito: "Feliz Aniversário, Natasha!".
Todos vieram me cumprimentar e me desejar parabéns, eu fiquei tão feliz, nunca pensei que iriam fazer isso para mim! Todos me desejaram felicidade, amor, juízo... Bem, essas coisas. Eu fiquei surpresa quando Emma veio falar comigo também.
E: Feliz aniversário! - ela me abraçou - Sabe, você deve estar estranhando me ver aqui. - eu balancei a cabeça positivamente - Mas depois do acidente do Ryan eu percebi que eu era uma idiota, não tenho mais nada contra você, sério. - eu sorri e a abracei novamente.
N: Tudo bem, deixa as coisas do passado no passado!
Minha mãe ligou o som e ficamos na minha festinha surpresa. Não foi algo grande, mas foi simplesmente maravilhoso, o melhor aniversário da minha vida.
M: Hoje eu tirei uma folga no trabalho para a sua festa, querida!
N: Ah, mãe. Muito obrigada. - eu sorri e a abracei.
Depois de longas horas de diversão, todos tiveram que ir embora. Me despedi de todos e agradeci. O que mais animou a festa foi o Chaz, como sempre, ele contava as piadas idiotas dele mas todo mundo ria.
Eu, minha mãe, Pattie e Justin arrumamos a bagunça que tínhamos feito e Pattie foi embora com a Jazzy. Justin foi tomar banho e eu fiquei na porta da minha casa olhando para as estrelas. Eu ouvi um "psiu" e me assustei, procurei pela pessoa que havia feito isso. Vi alguém sair de traz de uma árvore e se aproximar de mim, era o Ryan.
R: Feliz aniversário.
N: Obrigada. - eu sorri.
R: Sei que minha presença não deve ser boa para você, mas não pude deixar de vir.
N: Está tudo bem, Ryan.- eu sorri e ele retribuiu.
R: Posso te dar um abraço?
Eu abri meus braços para ele me abraçar. Foi um abraço tão bom, ele me segurou forte como se nunca mais quisesse me soltar. Ele se afastou e olhou em meus olhos.
R: Tchau. 
Ryan falou em um tom triste e foi embora. Eu senti um aperto no peito com essa situação, sei que não deve ser bom para ele se sentir assim.
Eu entrei em casa, tomei um banho e fiquei deitada na cama abraçadinha com o Justin.
N: Qual é o seu sonho?
J: Não sei, ainda estou tentando descobrir o meu. E o seu?
N: Sonho em ser feliz para sempre, em ter uma linda família e um marido maravilhoso.
Justin sorriu e me beijou. Eu deitei em seu peito e ele ficou fazendo carinho em minha cabeça até eu pegar no sono.
De manhã bem cedinho, Justin me acordou avisando que iria para casa mas logo estaria de volta. Eu disse que tudo bem e voltei a dormir. Não demorou muito para eu acordar novamente. Tomei um banho e desci para fazer um lanche. Comi e logo em seguida minha mãe chegou para comer também. Nós ficamos conversando enquanto ela comia e eu ouvi a campainha tocar.
N: Já venho.
Saí da cozinha e fui atender a porta. Um homem alto, com cabelos negros e aparentemente uns 40 anos de idade, sorriu para mim e eu fiquei confusa.
N: Olá.
XxX: Olá, Natasha! - eu me assustei.
N: Como sabe o meu nome?
XxX: Eu sei muita coisa sobre você.
N: Quem é você?
XxX: Eu me chamo...
M: Andrew?
Minha mãe chegou da cozinha e o interrompeu assustada. Eu percebi o clima pesar e algo de  errado acontecer ali.






E então fofas, o acharam do capítulo? Bem grande, né? hehe Espero que estejam gostando *-* Bem, eu já vou começar a escrever a próxima IB, a história é bem legal! Mas não se desesperem, ainda falta um pouco para terminar a IB U Smile! KKKK Então meninas, respondam a Enquete, por favor? Obrigada lindonas! Amamos vocês.
Beijos, Raissa e Carina ♥

6 comentários:

  1. continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    Quem e ele ?

    ResponderExcluir
  2. continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  3. OMBBBBBBBBBBBBB!!!!!!!!!!!!!! QUEM É ELE? SERÁ QUE É O PAPI DELA????????????????????? coooooooooooooooooontinua, pelo amor que vocês tem ao Justin!!!!!!!!!!!!!! Pooooxs, u smile já tá acabando? *depressão profunda*

    ResponderExcluir
  4. IHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH! cada post é uma surpresa nessa ib, será que é o pai dela.....oh gosh
    tá perfeito lindo.
    3beijos, @JB_Foorever

    ResponderExcluir
  5. coontinuaa logoooo *-*

    ResponderExcluir
  6. taaaaaaaaaa perfeeeeeeeeito quem escreve Raissa ou a carina ?

    ResponderExcluir