Imagine Belieber: That Summer - Capítulo 27 (Último capítulo)

Eu ficava triste por vê-lo triste. Justin estava mal, não deve ser nada fácil acabar de descobrir que foi traído por um "amigo". Eu o consolei e depois de horas, ele colocou um sorriso no rosto e disse que não iria se importar. Passei o restante da noite ao lado dele, tentando colocar mais de um sorriso em seu rosto.

(...)

Os dias estavam passando rápido e finalmente estava tudo ocorrendo maravilhosamente bem. Justin estava melhor e eu também, porém, as férias estavam acabando e eu não gostava de pensar qual seria o resultado depois disso, e eu sabia muito bem. O verão estava acabando e a verdade é que minha mãe me ligou e disse que viria me buscar em três dias, isso acabou comigo.
Estava na praça ao lado da minha casa com o Justin e ele percebeu que eu estava tensa.
Justin: O que tem de errado?
Rocky: Não é nada...
Justin: Eu sei que tem alguma coisa, então fala pra mim.
Rocky: Eu vou embora.
Justin: O que? Como assim?
Rocky: Vou morar na Califórnia.
Justin: Não posso acreditar nisso. – ele me abraçou forte – Não quero perder você.
Rocky: Eu também não quero te perder.
Justin: Então não vai.
Rocky: Não é bem assim, Justin. Tem a faculdade e as outras coisas...
Justin: Quando você vai?
Rocky: Daqui a três dias.
Justin: Tão rápido assim?
Concordei com a cabeça e novamente ele me abraçou. Eu ainda nem tinha ido embora mas já estava com saudades dele, sei lá, era mais forte que eu.

[Justin Mode On]

Meu mundo desabou e eu fiquei simplesmente sem chão. Estou sem minha família e agora vou ficar sem ela também? É demais pra mim. A única coisa que conseguia fazer era beijá-la e abraçá-la, eu não queria de jeito nenhum deixá-la partir.
Passei o dia inteiro grudado com ela e eu odiava quando a noite chegava e eu tinha que me separar dela. 
Na manhã seguinte, acordei com meu celular tocando e era Rocky me convidando para ir à praia. E mais uma vez, eu fiquei o máximo do meu tempo com ela. Eu sentia dor no coração só de pensar que em apenas dois dias ela iria embora e eu ficaria sozinho novamente. Eu tentava não pensar nisso e aproveitar o restante do tempo que ainda tinha com ela. 
E mais um dia se passou, estava cada vez mais difícil ter que conviver com a idéia de ela ter que ir embora e talvez eu não vê-la mais. Dessa vez fiz diferente, levei flores e chocolates quando fui vê-la e ela ficou muito feliz, e eu também. Depois que ela colocou as flores em um jarro com água, ela voltou a se sentar ao meu lado no sofá de sua casa e começamos a comer os chocolates.
Rocky: Obrigada por me fazer feliz esse verão, você me mostrou o mundo de um jeito diferente.
Justin: E você me fez conhecer um novo mundo.
Rocky: Novo?
Justin: Sim, desde que te conheci, você se tornou o meu mundo.
Ela deu um sorriso imenso e tão lindo, eu estava carinhoso com ela e ela comigo também, mas não por muito tempo...
Justin: Tem certeza que você precisa se mudar pra Califórnia?
Rocky: Pensei que você já tivesse entendido.
Justin: Por favor, tenta ficar.
Rocky: Não posso!
Justin: Claro que pode, você que não quer.
Rocky: Não acredito que você acha mesmo isso.
Me calei e percebi que tinha falado o que não devida, percebi que Rocky ficou chateada então eu me acalmei e toquei seu braço.
Justin: Desculpa.
Rocky: Eu preciso ficar sozinha.
Ela ficou fria comigo e não tinha outra coisa pra fazer a não ser ir embora. Fiquei deitado na minha cama vendo a hora passar e eu não conseguia parar de pensar nessa e o quanto ela é importante para mim. Estava pensando em milhares de coisas até que tive uma brilhante idéia, esperei amanhecer para colocar meu plano em prática.


[Rocky Mode On]

Acordei assustada devido ao falatório alto que vinha da sala, mesmo do quarto o som da voz da minha mãe era inconfundível. Me levantei da cama e caminhei até a sala, minha mãe veio correndo me abraçar e Derek veio logo depois.
Mel: Que saudade, filha!
Derek: Sentiu nossa falta também?
Rocky: Não.
Derek: Fala sério!
Rocky: Ok ok, só um pouquinho.
Eles riram e me abraçaram mais uma vez. Eu não havia feito a minha mala e minha mãe me ajudou e arrumamos tudo correndo. Almoçamos todos juntos e logo depois meu pai veio falar comigo, ele estava meio triste, ou algo parecido.
Nick: Oi filha.
Rocky: Oi... – ele se calou por uns instantes.
Nick: O almoço estava gostoso, né? – ri baixinho.
Rocky: É...
Nick: Vou sentir sua falta. – olhei um pouco assustada pra ele pois nunca esperaria escutar isso.
Rocky: Também vou sentir sua falta, pai.
Nick: Me desculpe se eu fui chato e estraguei seu verão.
Rocky: Tá tudo bem, pai.
Eu sorri e o abracei, ficamos assim por um longo tempo. Fazia muito tempo que meu pai não demonstrava um tipo de  afeto por mim, então foi emocionante. 
Fomos interrompidos com a minha mãe me avisando que iríamos em poucos minutos para o aeroporto. Jessie e o restante do pessoal vieram se despedir de mim, inclusive Bruno, que aliás, ele estava bem amigo do Ryan. Bruno iria embora também em alguns dias e eu perguntei para Ryan onde Justin estava.
Ryan: Justin voltou pro Canadá.
Rocky: O que?
Ryan: Isso mesmo.
Já era horrível ter que ir embora, ainda mais sem me despedir. Apenas fiquei pensando em como ele poderia ter feito isso comigo enquanto todos nós íamos para o aeroporto. Assim que chegamos, deixei minhas malas com a minha mãe e fiquei com meus amigos, eu odiava me despedir. Até que estava me divertindo e rindo com eles até que os alto falantes do aeroporto começaram a chamar pelos passageiros. Minha mãe veio me chamar e eu fiquei com uma imensa vontade de chorar. Dei um abraço em todo mundo e me despedi também. Estava indo para o desembarque com minha mãe e Derek e ouvi alguém gritar meu nome, eu parei de andar e olhei para trás. Justin estava distante e veio correndo em minha direção com um buquê de rosas na mão. Ele me abraçou e me girou no ar.
Justin: Eu seria um completo idiota se deixasse você partir assim. – ele tocou meu rosto – Você foi o motivo de toda a felicidade nesse verão.
Rocky: Pensei que você tivesse ido embora.
Justin: Eu nunca vou embora e nunca vou deixar você partir.
Justin se aproximou de mim e me beijou, eu simplesmente ignorei a presença de toda a minha família ali. Mais uma vez, os alto falantes chamaram os passageiros e eu olhei pra minha mãe, que estava sem reação.
Justin: Eu sou apaixonado por sua filha e faria de tudo para fazê-la feliz. – ele disse se aproximando do meu pai.
Nick: Eu sei que faria. – Justin sorriu e se aproximou de mim novamente, ele se ajoelhou no chão e tirou uma caixinha de seu bolso.
Justin: Casa comigo?
Deixei meu orgulho de lado e dei passagem para as lágrimas que vieram à tona, eu simplesmente e abracei enquanto repetia o "sim" umas mil vezes.
Nick: Não acredito que estou fazendo isso, mas por mim tudo bem. Sei que você é capaz de fazer a minha pequena feliz.
Minha mãe já estava chorando e veio me abraçar.
Mel: Minha bebê já está crescida!
Rocky: Mãe!
Todo mundo riu e me abraçou, aquele vazio que estava no meu peito foi preenchido por uma imensa felicidade. Minha mãe teve que pegar o avião e voltar para a Califórnia. E eu? Eu finalmente ia ser feliz. Estava animada com o fato de que eu viveria pra sempre ao lado do cara que eu amo. Eu não sabia o que era o amor até realmente senti-lo. Justin me fazia feliz e ele era o cara pra mim, ele era o cara certo.
Rocky: Eu te amo.
Justin: Eu te amo, amor.

6 comentários:

  1. AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
    QUE PENA QUE ACABOUUUUUU

    ResponderExcluir
  2. que fofa awnnnn! que triste que acabo :((
    vai ter outra??
    bjinhos

    ResponderExcluir
  3. OMG AMEIIIIIIIIIIIIIIIII DEMAIS PERFEITA TODOS OS CAPITULOS AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
    NEM ACREDITO QUE ACABOU
    PARABENSSSS

    ResponderExcluir
  4. pena que acabou, suas ibs são perfeitas demaiss,cada cap melhor que o outro e eu sou muito viciada nelas,vc escreve muito bem,parabéns!!

    ResponderExcluir
  5. @DemiSwagBiebs - @frahc_13 de junho de 2012 00:05

    amor da minha vida *-* tu é demóooois ! s2 essa ib foi linda e perfeita ! sério, que tal uma segunda temporada ? me gusta (; tu escreve muito bem amor, amo tuas ib's <33333

    ResponderExcluir
  6. ameeeeeeei. que linda, você escreve tão bem. Qual vai ser a próxima IB?

    ResponderExcluir